quarta-feira, 14 de dezembro de 2016

Cicatriz, poesia finalista no XXV Concurso de Poesias Augusto dos Anjos

Apresentação do dia 11 de novembro de 2016, no Museu Espaço dos Anjos, em Leopoldina, MG

CICATRIZ

Autor: Matusalém Dias de Moura (Vitória/ES)
Pseudônimo: João Pureza
Intérprete: Josué Oliveira

Foi puro e foi bonito o nosso amor;
fez-me sonhar, tomado de alegria,
mas, de repente, entrou em agonia
e, logo, perdeu todo o seu calor,

deixando minha vida sem sabor
e sem aquela ingênua fantasia
que, agora, na malvada nostalgia,
vem-me, sorrindo, cheia de fulgor.

Ao relembrar aquele amor vivido
nos dias do passado mais querido,
Sinto fincar-me o espinho da saudade

do tempo em que, confesso, fui feliz
e que deixou em mim a cicatriz
desse amor que foi todo intensidade. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário