sexta-feira, 6 de janeiro de 2017

O Sertão de Guimarães Rosa


"O Caminhos da Reportagem faz uma viagem ao Grande Sertão: Veredas de Guimarães Rosa. A equipe de reportagem da TV Brasil foi conhecer as paisagens sertanejas que tanto encantaram o escritor mineiro na expedição que realizou em 1952. O dia a dia dos homens da terra, em meio a um cerrado de formas e cores exuberantes, foi descrito minuciosa e poeticamente nas obras de Guimarães.
A viagem refaz esse caminho: originalmente 240 quilômetros percorridos por Guimarães em lombo de burro, durante 10 dias. Rumo ao que hoje é o Parque Nacional Grande Sertão Veredas, a equipe de Caminhos passou pela pequenina Cordisburgo, cidade natal de Guimarães Rosa, a 130 quilômetros de Belo Horizonte. Ali, em meio à antiga loja do pai do escritor e de um museu com todos os seus objetos, foi possível encontrar sertanejos como Brasinha, bordadeiras e os jovens Miguilins, que ainda mantêm viva a essência da obra roseana, como é conhecida sua produção literária.
Veredas de Guimarães Rosa
"O sertão está em toda parte, o sertão está dentro da gente. Levo o sertão dentro de mim e o mundo no qual vivo é também o sertão" , disse Guimarães Rosa
Reportagem: Maia Prado
Edição: Conchita Rocha
Edição de Imagem: Hugo Carmelo e Márcio Stuckert"

No próximo dia 7 de fevereiro a reunião dos Círculos de Leitura, da Academia Leopoldinense de Letras e Artes, será em torno da obra Grande Sertão: Veredas. Venha participar conosco, às 19 horas, no Centro Cultural Mauro de Almeida Pereira. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário