domingo, 9 de outubro de 2016

Carta ao Leitor



Olá, caro leitor! Como está você?

Do lado de cá destas letras estou eu, curtindo o prazer das últimas notícias. Você soube como foi no sábado? Esteve lá?

Pois é, meu amigo. O quintal do poeta esteve animado. Crianças, jovens e nem tão jovens assim, todos estavam lá.  Como disse aquela moça, “O incentivo à cultura começa desde cedo”.  Ao que outra lhe respondeu: “Que lindo!  A Poesia e a criança numa bela interação!” E uma terceira acrescentou: “ Educar no caminho da arte é dar asas aos nossos filhos! Que lindo!”

Tem sido muito bom constatar que a ideia cresceu e conquistou novos corações. Nos primeiros nós nos perguntávamos como poderíamos trazer adeptos. Bem depressa, porém, fomos substituídos no centro da ação por gente muito jovem e competente na arte de interpretar ou de aprender. E agora ficamos na plateia, assistindo a chegada de novos frequentadores do quintal do poeta.

Sabe você, leitor, como é diversificado aquele público? Alguns adiam compromissos para não perder a oportunidade de estar com outros que, por sua vez, deixam para mais tarde as compras do sábado ou uma visita muito aguardada. Você já reparou que muitos comparecem com seus smartphones em punho mas não é para se manterem conectados? Isto mesmo! Naquelas duas horinhas os celulares são apenas a tela que lhes mostra os versos a serem lidos ou a câmera que registra o momento de deleite.

Por isto, meu amigo, fazemos nossa a declaração de uma das mais atuantes presenças: “Hoje é dia de comemorar! Nosso Sarau foi emocionante! Filhos homenageando os pais, mães homenageando os filhos, alunos homenageando os amigos, muitas novas presenças e presenças novas. Enfim, só temos a comemorar.”

Acho que vou até escrever ao poeta. Não sei se ele tem acompanhado o movimento.  Provavelmente seu “mordomo” o mantenha informado. Mas eu quero dizer aos dois que daquela janela, donde outrora o poeta perscrutou os morcegos, e o mordomo pintou a arte, agora vemos um bando de canoros pássaros curtindo a poesia que fez deles os artífices do espaço.

Ah! Não posso esquecer de lhe dizer. Você, que aí do outro lado destas letras dá novo sentido ao meu sentir, você é o convidado de honra para nosso próximo Sarau Literário.


Até lá.

Nenhum comentário:

Postar um comentário