Postagem em destaque

Regulamento do V Concurso Literário da ALLA

terça-feira, 11 de novembro de 2008

Posse de Acadêmicos

Eu reunião com a presença dos acadêmicos Ronald Alvim Barbosa, Glória Maria de Azevedo Barroso, Déa Lustosa Junqueira Xavier, José Barroso Junqueira, José do Carmo Rodrigues, Luiz de Melo Sobrinho, José Gabriel Couto de Viveiros Barbosa e Maria José Baia Meneghite, no último dia 6 de novembro tomaram posse dois membros correspondentes da Academia Leopoldinense de Letras.

Na cadeira número 10 tomou posse Nilza Cantoni, que escolheu Mauro de Almeida Pereira como patrono. José Luiz Machado Rodrigues tomou posse da cadeira número 11, para a qual escolheu Francisco de Paula Ferreira de Rezende como patrono.

quinta-feira, 5 de junho de 2008

Posse de Acadêmica

Empossada na Cadeira número 9 a jornalista e colunista do jornal LEOPOLDINENSE, Maria José Baia Meneghite, que escolheu como patrono Antônio Sérgio Lima Freire, o Serginho do Rock.

quinta-feira, 24 de abril de 2008

Reunião Festiva da ALLA comemorando os 154 anos de Leopoldina

ATA  DA  REUNIÃO  DA  ACADEMIA  LEOPOLDINENSE  DE LETRAS  E  ARTES - ALLA, REALIZADA  EM  24/04/2008


Em solenidade realizada na noite desta quinta-feira, 24 de abril de 2008, como parte das festividades de aniversário da cidade, que comemora 154 anos neste domingo, foi instalada oficialmente, no auditório do CEFET – Centro Federal de Educação e Tecnologia de Minas Gerais, localizado na Rua José Peres, 558 a Academia Leopoldinense de Letras e Artes, ALLA, fundada 13.02.2008.
         Dando início à Reunião, o grupo “Antique”, de música barroca, apresentou três números, sendo um deles a composição “Morcego”, baseada numa poesia de Augusto dos Anjos, poeta celebrado com carinho em Leopoldina, onde viveu. A melodia é da autoria de Nestor de Holanda Cavalcanti. O grupo musical, já bastante conhecido na cidade, foi organizado e regido por José Gabriel do Couto Viveiros Barbosa, sendo, ao concluir, muito aplaudido. Em seguida professoras do Conservatório “Lia Salgado” cantaram o Hino Nacional e o Hino a Leopoldina, cuja letra é de autoria do Cônego Gerardo Naves.
         Composta a mesa, sob a presidência de Ronald Alvim Barbosa, também presidente da ALLA e tendo como secretário José do Carmo Machado Rodrigues, foram formalmente iniciados os trabalhos. No seu pronunciamento o acadêmico Ronald Alvim, presidente da ALLA, dirigiu-se aos presentes para justificar o encontro. Depois de explicar as finalidades da Academia, disse que, a partir de agora, ela espera marcar presença na vida cultural de Leopoldina, participando de fatos e eventos que possam contribuir para divulgar a literatura e as artes da cidade e dos seus munícipes. Sua expectativa é a de transformar-se num fórum cultural, onde sejam levantados e discutidos os acontecimentos relativos aos assuntos dessa natureza, de interesse da intelectualidade leopoldinense.
O acadêmico Luiz de Melo Sobrinho fez também um rápido pronunciamento sobre todos os múltiplos aspectos da civilização grega e declamou um soneto, “Perenia”, de sua autoria, nos seguintes versos:
“Os deuses do Olimpo não perdem de vista / Os fatos e feitos que os homens produzem. / Na luta incessante por toda conquista, / As mentes são barcos que os divos conduzem. // Mercúrio desvenda o traçado da pista / E ofusca emboscadas que os fracos seduzem. / Sutil e matreira, Minerva revista / As mentes sagazes que às artes induzem. // As lendas e mitos são partes da vida. / São forças fecundas da escola que ensina / As sendas certeiras da busca incontida // Da glória e cultura, da sorte e da sina. / Por Zeus e seus pares terá sobrevida / A Athenas da Mata que foi Leopoldina.”
Com os aplausos que se seguiram a estes lindos versos de bons presságios ao futuro da ALLA, introduziu-se a palestra de Nilza Cantoni e de José Luiz Machado Rodrigues, ambos historiadores e genealogistas, muito conhecidos e respeitados na região. Os palestrantes foram apresentados pelo acadêmico José do Carmo, que destacou o trabalho dos dois pesquisadores e o serviço que têm prestado ao resgate da história leopoldinense, com especial destaque para a Colônia Constança, marco inicial da colonização italiana entre nós. José do Carmo citou também o “site” na  Internet, elaborado e conduzido por Nilza, sempre um repositório histórico da mais alta importância para reconstituir a história da cidade. 
         Encerrada a palestra a dois, aplaudida com entusiasmo pelos presentes, o presidente da Academia Ubaense de Letras, Manuel Brandão Teixeira, convidado especial para o evento, fez um rápido pronunciamento desejando belo futuro para a ALLA.
         A seguir, foram chamados nominalmente os oito acadêmicos fundadores da entidade, sendo entregue a cada um o seu respectivo diploma. Receberam a honraria, Ronald Alvim Barbosa, cadeira nº 01, patrono: Irineu Lisboa; Glória Maria de Azevedo Barroso, cadeira nº 02, patrono: Miguel Torga; Déa Lustosa Junqueira Xavier, cadeira nº 03, patrono: José Monteiro Ribeiro Junqueira; Arnaldo Spíndola Maximiano, cadeira nº 04, patrono: Judith Lintz Guedes Machado; José Gabriel Couto Viveiros Barbosa, cadeira nº 05, patrono: Clovis Salgado; José do Carmo Machado Rodrigues, cadeira nº 06, patrono: Maria Machado Rodrigues (Professora Da. Pequetita); Luiz de Melo Sobrinho, cadeira nº 07, patrono: Oiliam José; e, José Barroso Junqueira, cadeira nº 08, patrono: João Barroso Pereira Júnior.
Flora Bouzada de Melo, empresária do ramo de perfumes, ofereceu um brinde aos novos “imortais”, recebido com carinho pelos homenageados.
         O evento contou com a participação de 140 convidados – relação no Livro de Presenças - entre estes as presenças honrosas, do Presidente da Academia Ubaense de Letras – AULE, Acadêmico Manoel José Brandão Teixeira, da Senhora Secretária de Cultura de Ubá, Maria Elizabeth Barros, do Acadêmico Antonio Carlos Estevam, da AULE, do ex-Deputado Estadual e atual presidente do DETEL, Benedito Renó Guedes e esposa.
         Com a diplomação dos oito fundadores da ALLA foi, pelo Presidente, encerrada a reunião festiva, fixada a próxima reunião para 6 de maio vindouro, às 20:30h, e, eu, José do Carmo Rodrigues, 1º Secretário, sobre anotações do 2º Tesoureiro, José Barroso Junqueira, compus a presente Ata, que vai por mim assinada e pelo Presidente, Ronald Alvim Barbosa.
        
Leopoldina, MG, 24 de abril de 2008.

 ______________________________   _________________________________
        Ronald Alvim Barbosa – Presidente                     José do Carmo Rodrigues – 1º Secretário