quarta-feira, 24 de janeiro de 2018

O Segundo Dia de A Criação do Mundo


Nesta página de O Segundo Dia, que faz parte da obra A Criação do Mundo de Miguel Torga, o autor se refere a um professor amazonense que lhe deu aulas no então Colégio Leopoldinense. A identificação do professor nos leva a pensar em três personagens que, nascidos em outras paragens, fazem parte da história de Leopoldina.


O professor foi Júlio Ferreira Caboclo, nascido dia 25 de setembro de 1901 em Manaus, que em 1922 dava aulas no Colégio onde o jovem português estudava. 

Júlio Caboclo foi um dos fundadores do Grêmio Lítero-Artístico Augusto dos Anjos e, segundo o aluno Erymá Carneiro, "como poeta, jornalista, e escritor foi responsável pela difusão da obra de Augusto dos Anjos entre a mocidade leopoldinense".

Júlio Caboclo foi o segundo marido de Esther Fialho, então viúva de Augusto dos Anjos, com quem viera residir em Leopoldina.

Temos aí os três moradores ilustres de Leopoldina: Augusto dos Anjos, Júlio Caboclo e Miguel Torga.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Favor informar endereço de e-mail para resposta.

Postagem em destaque

Regulamento do V Concurso Literário da ALLA