segunda-feira, 23 de maio de 2011

I Encontro Leopoldinense de Literatura e Educação


11 de junho de 2011

O I Encontro Leopoldinense de Literatura e Educaçãoé uma iniciativa da Academia Leopoldinense de Letras e Artes de Leopoldina(ALLA), e tem como finalidade trazer para a comunidade de Leopoldina (MG) uma pequena, mas inestimável, contribuição do universo literário.
A ALLA pretende, com esta iniciativa, trazer à Leopoldina especialistas nas áreas da literatura e da educação, pois entende que a leitura é parte fundamental da formação educacional dos jovens e que, portanto, seria incoerente realizar um evento deste porte sem que dele possam usufruir os profissionais da educação de nosso município e região vizinha.
Mais do que trazer a Leopoldina nomes conhecidos do campo literário e educacional, pretende-se valorizar os talentos da nossa terra abrindo oportunidade para que possam participar das mesas-redondas, oficinas e palestras não apenas como meros expectadores mas como mediadores do conhecimento.

NOSSOS CONVIDADOS

1 - Ana Maria: Especialista em Educação Infantil, graduada pela UERJ, com pós graduação em Orientação e Supervisão Escolar. Contadora de histórias, usa a dobradura para "ilustrar" algumas delas.
2 - Cristina Silveira:Pedagoga. Especialista em dificuldades de aprendizagem e mestranda em Educação Culturae Comunicação. Autora dos Livros Ziraldo na Sala de Aula e A Turma do Pererê vai à Escola. 
3 - Eliane Gonçalves Pessoa: Formada em Pedagogia e Supervisão; Pós-graduada em Psicopedagogia; contadora de histórias; Coordenadora do PROLER de Cataguases nos anos de 2000 a2002; Coordenadora da Biblioteca Municipal Ascânio Lopes de 2006 a2009; Tutora do Programa Proinfantil em Cataguases.
4 – Elias Fajardo: Jornalista desde 1968, Elias Fajardo é também escritor, roteirista e artista visual. Trabalhou em O Globo, Jornal do Brasil, na Bloch Editores e foi chefe de redação do programa de TV Globo Ecologia durante nove anos. Tem dez livros publicados, entre obras de ficção (os livros de contos Cabeça Quebrada e Carnaval sem quarta-feira, a novela Na passarela da vida e o romance Ser tão menino) meio ambiente e educação. Criou e roteirizou séries de vídeo para o SENAC Nacional. Realizou três vídeos de arte: Batelândia, Paris/Ibitipoca e Velocidade máxima. Desde a década de 1980 tem feito exposições de aquarela e pintura no Rio de Janeiro e em Minas Gerais.
5 - Hellenice Ferreira: Professora, Escritora membro da AEILJI, Bacharel em Filosofia pela UERJ e especialista em Arteterapia pela UCAM. Trabalha na Secretaria Municipal de Educação de Duque de Caxias, num espaço destinado à troca de experiências, leituras, vídeo-debates e cursos, chamada Sala dos Professores Mestre Paulo Freire. Tem três obras publicadas pelo Programa de Incentivo à Leitura Livro, Arte e Cia em parceira com a Associação dos Amigos do Instituto Histórico de Duque de Caxias, Cenas Comuns, Poemare Simples;e pela Escrita Fina Edições Um menino chamado Negrinho,por onde serão lançados ainda este ano Amor de Mãe D'Água e Frederico.
6 – Jailza Araújo: Possui graduação em Letras pela Fundação Educacional de Além Paraíba e especialização em Linguística Aplicadaao Ensino do Português pela PUC - BH. Atualmente é Professora de Teatro, Português, Literatura, Produção de Texto do Colégio Além Paraíba - Rede Pitágoras e Professora de Língua Portuguesa da Escola Estadual São José, Coordenadora do Projeto Comunicação e Criatividade do Grupo de Desenvolvimento Profissional da Secretaria do Estado de Educação. Tem experiência na área de Lingüística, com ênfase em Lingüística Aplicada. DiretoraTeatral do Grupo Teatral Evolução e Coordenadora do Departamento de Artes Cênicas do Fórum das Artes.  
7 - Janaína Cruz da Silva de Andrade: Graduada em Pedagogia (UERJ) e Letras (UCB); especialista em Dificuldades de Aprendizagem (UERJ); mestranda em Educação, Cultura e Comunicação (UERJ/FEBF). Coordenadora Pedagógica de Escolas Municipais no Rio de Janeiro. Agente de formação continuada para professores com ênfase em Literatura, Educação Inclusiva, Educação Matemática e Alfabetização.
8 – José Gabriel Couto de Viveiros BarbosaBacharel em música; formado em piano pela UFRJ e em flauta-doce pelo Conservatório Brasileiro de Música do Rio de Janeiro; licenciado em educação artística, com especialização em didática do ensino superior. Mestrando em Ciências Políticas. Diretor musical do grupo Antique, especializado em música de época. Membro fundador da OSCIP Felizcidade, ONG da cidade de Leopoldina/MG com foco em cultura e cidadania. Membro fundador da ALLA. Servidor público do judiciário federal. 
9 - Leila Cristina Barros: Doutora e mestre em Letras/Estudos Literários, pela Faculdade de Letras da Universidade Federal de Minas Gerais. Graduada em Letras, professora de língua portuguesa e literatura, com experiência nas redes estadual e municipal de ensino, com atuação também em disciplinas de graduação e pós-graduação. Atualmente é professora da Rede Municipal de Educação de Belo Horizonte e uma das coordenadoras do Programa de Bibliotecas Escolares.
10 - Márcia Oliveira Ferreira: Pós-graduação em Supervisão Escolare Orientação Educacional pela UERJ; Graduação em Pedagogia pela UERJ e Graduação em Artes Visuais pela Faculdade Benett. Experiência Profissional: Orientação Pedagógica Prefeitura Municipal de Duque de Caxias, atuando na Subsecretaria de Planejamento Pedagógico. 
11 - Octávio Aragão: Doutor e mestre em Artes Visuais pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2007 e 2002), com a tese A Reconstrução Gráfica de um Candidato: como os chargistas cariocas perceberam a mudança de imagem de Luis Inácio Lula da Silva. É professor Adjunto Nível 1 da Escola de Comunicação - ECO/Universidade Federal do Rio de Janeiro e lecionou na Universidade Federal do Espírito Santo (2006/2009), onde fez parte do núcleo de ensino à distância (ne@ad). Tem experiência na área de Desenho Industrial, com ênfase em design gráfico e ilustração, atuando principalmente nos seguintes temas: Angelo Agostini, charge, histórias em quadrinhos, infografia e Pedro II. Publicou artigos em revistas como Arte e Ensaios e Nossa História. É autor do romance A Mão que Cria (Mercuryo, 2006) e editor da antologia de contos Intempol (Ano Luz, 2000). Co-autor do livro Imaginário Brasileiro e Zonas Periféricas (7 Lettras, 2005), sob a coordenação da professora doutora Rosza Vel Zoladz. Participou de diversas antologias literárias no Brasil e em Portugal. Exerceuos cargos de editor de arte na Ediouro Publicações (2000/2001), sub-editor de arte no jornal O Dia (1997) e coordenador de arte no jornal O Globo (1992/1997).
12 – Patrícia Góes: Graduada e Pós-Graduada em Língua Portuguesae Literatura pela UERJ. Professora de Língua Portuguesa e Literatura na rede estadual do Rio de Janeiro. Membro da Equipe de Leitura da Secretaria de Educação de Duque de Caxias. Participou do Programa ABC do Ziraldo pela TV Cultura.
13 – Renata Arantes: Formada em Artes pela Universidade Federal de Juiz de Fora; especialista em psicopedagogia; professora no CEFET – Leopoldina; membro fundador da OSCIP Felizcidade; diretora do grupo de dança folclórica Assumpreto.
14 - Vera Lucia Santos da Silva:Pós-graduanda em Literatura Infantile Juvenil: Leitura e Ensino - Unigranrio Duque de Caxias; Pós-graduada em Psicopedagogia Institucionale Clínica - Unigranrio Duque de Caxias (RJ); Graduada em Pedagogia pela Uerj. Atua como dinamizadora de leitura na rede municipal de educação de Duque de Caxias desde 2002 em instituição de educação infantil.


Nenhum comentário:

Postar um comentário